O Blog está "no ar" desde 04/07/2012. Muito obrigada pela sua visita!
Ressalto que todos os trabalhos apresentados são feitos em Fio de Malha, os Trapilhos (T-shirt Yarn/Zpagetti/Trapillo/Totora/Fettuccia)


A sua opinião sobre o meu trabalho é muito importante para mim! Pode comentar, clicando no item "comentário" existente ao final das postagens. Se gostar do trabalho, não se esqueça que pode recomendá-lo no Google, clicando no final da postagem em g +1. Obrigada/Helena

Translate

domingo, 8 de julho de 2012

Tapete de quadrados "enganadores"

Quadrados "enganadores", pois o que aparece como figura geométrica de quadrados ou metade de quadrados, na realidade não corresponde ao quadrado de crochet, como é mostrado na última foto. Não passa de uma ilusão de ótica! Gostei muito dessa ilusão. 
Tapete de cores sóbrias, mas trama de efeito forte!




Os quadrados são bem fáceis de fazer e depois eu uni-os com discretos pontos feitos com agulha de tapeceiro do lado do avesso.
 



Inserida na última foto, encontrará a receita do verdadeiro quadrado de crochet.
A mudança de cores faz-se com a técnica do "fio conduzido" ou tapestry, isto é, os 2 fios "caminham" juntos durante todo o trabalho e, enquanto se trabalha com uma cor, o outro fio vai "andando" junto, por dentro dos pontos da cor que se está trabalhando. Tem vários vídeos no You Tube e na Internet explicando essa técnica. É só procurar por "técnica do fio conduzido", ok?
 



9 comentários:

  1. Belíssimo!!!! O trapilho está muito mais bonito que o barbante... Qual a largura desse trapilho? Existe numeração? Você compra onde? Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Sônia Maria!Já lhe resposdi por e-mail.Beijos

    ResponderExcluir
  3. Lindos seus trabalhos! Este tapete então está maravilhoso, relamente ele é "enganador", pois quando o vi pela 1ª vez não entendi como era feito, muito legal!
    Tenho uns trapilhos de malha para fazer alguma coisa, mas não tenho agulha maior, cidade pequena a gente não tem muita opção de compra, qdo conseguir uma vou tecer um tapete deles.

    Quando puder veja meu blog também!
    Bj, JAnete

    ResponderExcluir
  4. Adoro os seus trabalhos e mais ainda a sua generosidade em partilhar com todos o seu saber. Realmente quanto mais valorosa é a pessoa mais simples e altruísta se constrói. Devo dizer-lhe que adoro este tapete mas como novata que sou só consigo seguir receitas/gráficos muito específicos. Tenho estado a observar atentamente a ultima imagem e não consigo perceber como se faz! Agradeço do coração se puder ajudar-me. Estou a pensar fazer uma passadeira para a minha cozinha e este modelo é a minha cara. Até as cores ficam bem pois a cozinha é branca, preta e cinza :) Estou a pensar ir continuando até ter o comprimento que preciso. Já agora pergunto o seguinte - se tecermos malha baixa o trabalho fica mais encorpado do que se forem pontos altos? Não gosto de tapetes de barbante(nós dizemos linha de croché)
    pois ficam geralmente moles. Assim, fazendo em trapilho e malha baixa acredito que fique bem "tesinho" e não se enrole debaixo dos pés. Obrigada e muito boa sorte, paz e harmonia para si. Gena - Lisboa.
    PS - LOL, como sou um pouco preguiçosa e gosto de ver o trabalho crescer rapidamente adoro o trapilho pois vê-se o trabalho avançar depressa ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gena! Muitíssimo obrigada!! :)
      Pois, não sei muito bem como posso ajudar, mas vou tentar. Bom o tapete é feito com esses quadrados que estão na foto com a receita e cada quadrado é composto por essas 4 carreiras de pontos altos. Vendo agora a postagem, vejo que eu deveria ter sido mais específica, pois faltou dizer que a mudança de cores é feita com a técnica do fio conduzido! Falha minha! Vou corrigir isso! Se nunca trabalhou com esta técnica, que consiste em levar os dois fios ao mesmo tempo por todo o trabalho, usando-se o que se precisa enquanto o outro "caminha" por dentro dos pontos da cor que se está trabalhando, tem vários vídeos no You Tube que mostram como fazer, tá? No mais é um quadrado básico e depois é só unir os quadrados. Carreira 1: 3 pontos altos-5 correntes/3 p.a.-5 corr./3 p.a.-5 corr./3 p.a.-5 corr. e fecha a volta. As outras 3 voltas são iguais, como mostra o gráfico, com grupos de 3 p.altos de cores alternadas e 3 correntes nos cantos.

      Não sei se em malha baixa (suponho que seja o ponto baixo) vai ficar bem e tão marcante o efeito das cores, pois neste trabalho o efeito está só na mudança das cores exatamente como indicado. É questão de experimentar... Mas se for por causa do incorpado, no caso de tapetes, isso não é necessário, pois eles ficam bem encorpados com malha alta (ponto alto), e não ficam nada moles e a "dançar" como os de barbante. Ficam realmente bem firmes e "tesinhos" no chão.
      No caso de peças que precisam de rigidez e de ficar " de pé", como cestos,potes, etc, realmente a malha baixa é a mais indicada na maioria dos casos...

      É verdade, com o trapilho o trabalho rende mesmo! :)

      Bom, não sei se ajudei, pois não sabia exatamente a sua dúvida. Se as dívidas persistirem não hesite em me escrever, tá?

      Ah, se não souber fazer o "anel mágico", também tem vídeos na Internet que explicam, pois não dá para explicar só por palavras...

      Um abraço
      Helena

      Excluir
  5. Lindo o tapete.
    Fiz os quadros, mais agora não sei como unir. Tentei várias formas mais fica feio.
    Como se faz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Não sei como você fez as uniões, mas se fica feio, você pode tentar unir com uma linha fina do lado do avesso, tipo barbante. Penso que, desta forma, os pontos da costura ficarão quase invisíveis...

      Helena

      Excluir
  6. Oi Helena! Estou para iniciar este tapete e tenho essa mesma dúvida que a amiga de cima.. como você fez a emenda dos quadrados? com agulha de tapeceiro entre os pontos? tentei ver algumas imagens na internet sobre isso e não decifrei. :/

    abraços.

    Carolina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carolina! Fiz esse tapete em 2012 e, francamente, já não me lembro. Foi bem no início do blog e, devido à minha inexperiência, as postagens eram muito mais incompletas do que são hoje. Bom, estive analisando bem as fotos e cheguei à conclusão que uni com agulha de tapeceiro do lado do avesso, mesmo porque o objetivo nesse trabalho é que as uniões se notem o menos possível. É o chamado "ponto invisível". Então, faz-se um alinhavo pegando-se os pontos de um lado e do outro cada quadrado, percorrendo todo lado. Costumo fazer assim: uno todos os quadrados verticalmente de uma ponta à outra da peça, cada união vertical de uma vez só, sem cortar o fio e, depois, faço as uniões horizontais da mesma forma (ou inversamente, claro, primeiro a horizontal e depois a vertical). Não se deve apertar muito os pontos, tá?
      Um abraço
      Helena

      Excluir

Receber o seu comentário me deixa muito feliz! Muito obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...